Frete grátis acima de R$ 250,00 (envio via PAC)

Banho do bebê: uma experiência multisensorial

Quantas memórias você tem dos seus primeiros meses de vida? Você se lembra de ser embalado ou ninado? Se lembra das sensações e sons que vivenciou quando era apenas um bebê? Provavelmente não. Mas o nosso sistema cognitivo tem tudo gravado desde o dia em que nascemos. Ou até mesmo antes. E os nossos sentidos levam esses sentimentos e aprendizados para o resto de nossa vida. Por essa razão, é essencial estimular os sentidos do bebê desde o primeiro dia de vida. E um dos momentos que mais desenvolvem essa função é o banho.

Quem é mãe reconhece que o banho do bebê não é apenas um momento de limpeza. O ato, tão cotidiano, proporciona um contato íntimo entre mãe/pai e filho que não seria possível em outra situação. O toque, a massagem, o cheiro, os sons e até o contato visual estimulam o bebê e fortalecem o laço de amor e confiança com o adulto.

O ritual do banho, geralmente feito por intuição, teve seus benefícios comprovados pela ciência, em um um estudo realizado pela JOHNSON’S® e publicado no Jornal de Desenvolvimento e Psicologia Aplicada. De acordo com a publicação americana, uma rotina de toques e massagens é essencial para o crescimento, desenvolvimento, comunicação e aprendizado do recém-nascido. Os bebês massageados se mostraram 50% mais propensos a fazer contatos visuais e com três vezes mais chance de sorrir com frequência, melhorando também seu desempenho cognitivo e aumentando o estado de alerta e atenção. O estudo indica que os benefícios do toque são eficazes até com bebês prematuros com o aumento comprovado da atividade física e da mobilidade geral.

Para garantir o conforto da mamãe e do bebê durante o banho, é importante que a banheira esteja em uma altura adequada para o adulto. Desta forma, o contato físico não fica prejudicado e é possível evitar dores na coluna. Uma opção a se considerar é um extensor para o suporte da banheira.

Também é possível vivenciar a maravilha do toque quando se retira o bebê da banheira. O ato, muitas vezes feito às pressas ou com a ajuda de outra pessoa, pode ser realizado calmamente e de forma segura, com o uso de uma toalha avental. As mãos do adulto ficam livres para que o momento de troca seja vivido em todo o seu potencial. 

Outro destaque da publicação americana é o cheiro. Segundo a pesquisa, os bebês que tomaram banho com um produto perfumado (antialérgico, é claro!) demonstraram 30% mais sinais de ligação com seus pais após o banho. E o mais impressionante: os bebês passaram 25% menos tempo chorando antes de dormir e tiveram uma melhora significativa no humor pela manhã.

A massagem no couro cabeludo, ainda que apenas com água, também funciona como estímulo para o cérebro. Um pouquinho de espuma na banheira pode criar um momento de relaxamento, e, até as bolhas, pousando na superfície da água, proporcionam ao bebê um mundo de texturas, cores e formas que ativa e desenvolve a sua imaginação.

A maravilha da hora do banho não para por aí. Ela é construída por uma infinidade de outros estímulos a quase todos os sentidos: ruídos, sorrisos e até salpicos de água. São essas incríveis descobertas que irão trabalhar no desenvolvimento do cérebro do bebê e serão lembradas pelo seu sistema cognitivo por toda a vida. Afinal, os nossos sentidos têm memória perfeita.

______

Se você gostou deste texto, compartilhe em suas redes sociais para que, cada vez mais, papais e mamães tenham acesso a este conteúdo. Quer saber mais sobre algum assunto envolvendo gestação, bebês, infância e maternidade? Envie as suas sugestões para contato@cecibonloja.com.br e te avisaremos, caso o seu tema seja escolhido. Obrigada!

receba no seu e-mail

Cadastre-se e receba ofertas exclusivas.