Frete grátis acima de R$ 250,00 (envio via PAC)

Carta de um bebê para os pais

Queridos mamãe e papai,

Não falta muito para eu chegar, e mal posso esperar para ver o mundo lá fora. Como sei que minha chegada e minhas primeiras semanas ao lado de vocês não serão fáceis, escrevo aqui alguns conselhos para quando a responsabilidade pesar e se sentirem desapontados comigo ou consigo mesmos.

Eu já os conheço e os amo pelo som de suas vozes e pelo amor que, aqui de dentro, já posso sentir. Sei que vocês querem ser os melhores pais do mundo e, provavelmente, estão cheios de expectativas e inseguranças. Mas meu primeiro pedido a vocês é que, por favor, não exijam muito de mim e nem de si mesmos. Assim como eu serei um bebê recém-nascido, vocês também nascerão enquanto pais, e nós três somos fortes e resilientes o suficiente para suportar muitos dos erros naturais que vocês cometerão. Tudo o que vocês fizerem com amor não pode me prejudicar.

Nos permita seis semanas após o meu nascimento. Seis semanas sem exigências, sem julgamentos, sem esperar que eu me comporte de alguma forma pré-definida. Nessas seis semanas, eu vou crescer, me desenvolver, amadurecer e me tornar mais estável e previsível. Nessas seis semanas, a mamãe, principalmente, deve relaxar, descansar e permitir que seu corpo volte ao normal. Eu vou ficar bem, se você tirar uma soneca junto comigo, não se preocupe.

Veja bem, aqui dentro, eu não sei o que é fome. No mundo lá fora, eu vou sentir isso nas horas mais inapropriadas e posso me desesperar. Me perdoe e, por favor, me alimente quando eu pedir. Relógios e o tempo significam muito pouco para mim no início da vida. Em todos esses meses, eu nunca estive sozinho. Pelo contrário, desde que passei a existir, eu tenho estado envolto pela mamãe. O meu nascimento pode ser um choque e vai levar um tempo para eu me acostumar. Por favor, me segure, abrace, beije, toque, me acaricie e me ame sempre que você puder. E me perdoe se eu choro muito. Meu choro é a única maneira que eu tenho de dizer a vocês que algo está errado. Eu vou chorar com frequência no início. Conviva comigo dessa forma e eu prometo que, aos poucos, vou amadurecendo e me socializando mais.

Por favor, mamãe e papai, encontrem tempo para me conhecerem, para descobrir quem eu sou, para me entenderem. Tenho muito de vocês, mas dediquem algumas horas por dia a encontrar os detalhes que me tornam uma pessoa única. Se vocês me observarem atentamente, eu poderei lhes contar as coisas que me agradam, que me consolam e me acalmam, e a nossa relação será cada vez melhor. Por favor, não fiquem desapontados quando eu não agir como o bebê que vocês sempre sonharam. Como eu disse, eu sou uma pessoa única e, apesar de não ser perfeito, eu amo vocês com todo o meu coração. Também não espero perfeição em retorno, portanto se perdoem pelas falhas que cometerem. No meu coração, eu já perdoei tudo o que vier a acontecer.

Por último, mamãe e papai, eu preciso que vocês cuidem de si mesmos, da sua saúde e do seu relacionamento. Apenas com o corpo e mente saudáveis vocês serão capazes de me proporcionar a vida que vocês sonham. Eu preciso de vocês fortes, dispostos e felizes para que eu cresça feliz também.

Eu já desenho os seus rostos na minha mente.

Do seu bebê, que te ama de todo o coração.

---

Se você gostou deste texto, compartilhe em suas redes sociais para que, cada vez mais, papais e mamães tenham acesso a este conteúdo. Quer saber mais sobre algum assunto envolvendo gestação, bebês, infância e maternidade? Envie as suas sugestões para contato@cecibonloja.com.br e te avisaremos, caso o seu tema seja escolhido. Obrigada!

receba no seu e-mail

Cadastre-se e receba ofertas exclusivas.