Frete grátis acima de R$ 250,00 (envio via Jadlog)

Como e quando lavar as roupinhas do bebê

Uma das coisas que mais encantam as mamães e papais são as roupinhas dos bebês. A cada peça comprada ou ganhada, vem na cabeça a imaginação de como o filho ficará vestido com aquela peça, é uma emoção!

Mas com esse enxoval vem também as dúvidas:

 Quais peças devem ser lavadas?

Absolutamente tudo que entrará em contato com o bebê deve ser lavado, roupas, meias, luvas, mantas, toalhas, gorros, lençóis, almofada de amamentação, fraldas, até mesmo aquele kit de berço que parece ser tão inofensivo.

E quando devem ser lavadas?

O sétimo mês de gestação é um ótimo momento para se começar. Se não for lavar tudo de uma vez, comece pelas roupas RN para que você já comece a montar a mala da maternidade.

Podem ser lavadas na máquina?

Sim, as roupas dos bebês podem ser lavadas na máquina, separadas das roupas do restante da família, tomando apenas o cuidado com aquelas que são muito delicadas. Essas peças podem ser lavadas à mão ou em saquinhos próprios para peças delicadas. O ideal, independente de serem delicadas ou não, é sempre usar o ciclo “lavagem delicada”, já que as roupas estão relativamente limpas.

Existem ainda alguns cuidados que devem ser tomados com a máquina antes de se realizar a lavagem. Deixá-la “rodar” um ciclo de lavagem, apenas com água, pode ser uma delas, assim você elimina qualquer possibilidade de resíduos de produtos químicos, provenientes de outras lavagens.

E se eu quiser lavar à mão, quais seriam os cuidados?

Tenha baldes e bacias exclusivos para uso com as peças do bebê.

Compre recipientes, todos com cores iguais, mas diferentes dos que você já tem em casa.

Não esfregue muito, para não danificar o tecido. Enxague bem e cuidado ao torcer as roupas mais delicadas. Considere torcer dentro de uma toalha para proteger a peça.

E quais produtos devo usar para a lavagem?

Existe uma infinidade de marcas e produtos na versão baby, mas o ideal é usar sabão neutro para minimizar qualquer reação alérgica, que tenham teste dermatológico e hipoalergênico. Um grande aliado pode ser o velho e bom sabão de coco, disponível inclusive na versão para máquinas de lavar.

É fato que todo mundo adora aquele cheirinho maravilhoso que os produtos para bebês tem, mas os futuros pais precisam ter em mente, que o olfato do bebê é super aguçado (igual a de um cão farejador) e produtos com cheiro, incomodam, podem provocar alergias, dores de cabeça, sendo muitas vezes os responsáveis pelos choros dos bebês. Para o bem estar do seu filho, resista a esses produtos, até porque, ele vai passar o seu próprio cheirinho, delicioso e único, para as roupinhas. Mas se a vontade de um cheirinho extra for muito irresistível, vocês podem fazer saches com sementes, plantas e até flores naturais.

E o amaciante?

 Certifique se de enxaguar muito bem as roupas e você não vai precisar de amaciante. O que deixa aquele aspecto de dureza é justamente o resíduo do sabão que ficou na roupa.

Os amaciantes industrializados possuem agentes químicos variados, que podem representar riscos para o bebê.

Uma opção natural é o vinagre, de preferência os de cores claras. 100 ml para cada 5 kg de roupas é o suficiente, não precisa diluir, basta colocá-lo no recipiente de amaciante da máquina. Ao estender as roupas, ainda será possível sentir o cheiro do vinagre, mas conforme for secando o cheiro desaparecerá.

E como secar a roupa?

A secagem da roupa é feita normalmente no varal, tomando apenas o cuidado de seguir as indicações que constam nas etiquetas, algumas roupas precisam ser secas à sombra.

Outra opção é a secadora de roupas, porém, após o término, retire e dobre as roupas, deixando-as descansar por algumas horas antes de serem guardadas.

Devo passar as peças?

O ideal é que as roupas sejam passadas, para eliminar germes e bactérias que ainda possam estar presentes. A roupa seja passada do avesso, já que esta será a parte que ficará em contato com a pele do bebê. Aproveite esse momento retirar qualquer etiqueta interna, elas incomodam muito os bebês.

Se estiver lavando as roupas com muita antecedência, é importante guardar as peças em um saco de TNT ou saco plástico, assim evita-se o contato com  poeira ou emboloramento.

Até quando devo lavar as roupas separadas do restante da família?

O ideal é que sejam lavadas separadamente até os 2 anos de idade. Após esse período, inicie lavando algumas poucas peças com as demais e veja se o bebê sofre alguma mudança na pele. Se não houver irritações, alergias e vermelhidões, pode se considerar a lavagem em conjunto.

Essa fase da lavagem das roupinhas é emocionante, é mais uma etapa de amor, carinho, cuidado e preparação para a chegada de um filho. Curta e aproveite esse momento, que também pode ser uma boa oportunidade para reunir as avós, envolvendo-as nesse processo de cuidado antecipado.

-------------

Se essas informações foram úteis e acredita que poderá fazer a diferença para outras futuras mamães, compartilhe, faça chegar ao conhecimento delas também.

receba no seu e-mail

Cadastre-se e receba ofertas exclusivas.