Frete grátis acima de R$ 250,00 (envio via PAC)

Passo-a-passo para a chegada do seu bebê

Estar grávida é o sonho da maioria das mulheres no mundo e, quando se tem o resultado positivo nas mãos, é quase impossível conter a ansiedade. Nove meses soam como uma eternidade quando tudo o que uma mãe quer é segurar o seu bebê no colo. No entanto, a chegada de um novo filho vem carregada de responsabilidades e providências, já que gerar uma vida é, talvez, a maior responsabilidade de um ser humano. E, se você não se organizar, desde o início, vai acabar sentindo que nove meses não foram suficientes para tudo o que precisa ser feito.

Com o objetivo de te ajudar na jornada que é a maternidade, preparamos um cronograma de afazeres, aprovado pela ginecologista e obstetra Elizabeth Diamantino. Você pode adaptá-lo de acordo com as suas necessidades e possibilidades, mas não deixe de fazer esse planejamento. Você não irá se arrepender!

Primeiro trimestre

Você acabou de descobrir que está grávida. É um momento de adaptação, sendo a sua gravidez planejada ou não. Conte ao seu parceiro. Se possível, de uma forma emocionante ou engraçada. Você pode filmar a reação dele e mostrar para a família mais tarde. Agora é hora de procurar sua ginecologista e iniciar o pré-natal.

Começar a tomar o ácido fólico também é importante, porque ele ajuda a prevenir defeitos do tubo neural, como por exemplo espinha bífida. O ideal é que você já estivesse consumindo o ácido fólico durante as tentativas de engravidar, mas não tem problema se você não fez isso. Inúmeros alimentos possuem o nutriente. Consulte a sua ginecologista antes de começar o uso.

Antes de fazer uso de qualquer medicação, mesmo as que você usava antes da gravidez, converse com seu médico. Este é o momento de parar com bebidas alcóolicas e o cigarro, se você for fumante. Reduzir a cafeína também é aconselhável, assim como carnes malpassadas, alguns tipos de queijo, comidas feitas com ovo crus e peixes crus. Manter uma alimentação saudável e balanceada é essencial para uma gestação tranquila, além de ajudar a controlar os enjoos matinais do primeiro trimestre. Comece a ir para a cama mais cedo, porque o seu corpo vai pedir e você merece. Lembre-se que beber bastante água e fazer alongamentos é recomendável durante toda a gravidez.

Se você quiser, conte a alguns amigos e familiares mais próximos sobre a gravidez. Mas espere até o começo do segundo trimestre para o anúncio oficial. Inclusive, use esse tempo para planejar como vai anunciar a chegada no novo bebê. É importante também conversar sobre a sua gravidez com seu empregador para planejar os próximos meses. Se você trabalha em ambientes que podem oferecer riscos à sua gravidez ou bem-estar do bebê, como salões de beleza, setor industrial, lidando com produtos químicos, verifique o que pode ser feito para garantir a sua segurança e a do bebê.

No primeiro trimestre você já pode começar a pensar no quarto do bebê, tirar medidas do ambiente que vai usar, procurar referências em sites e revistas, pensar em qual estilo de decoração quer seguir.

No início do segundo mês, você já vai voltar ao médico, com o resultado dos exames pedidos na primeira consulta. É hora da primeira ultrassonografia para descobrir o tempo exato da gestação. Você pode não reparar, mas o seu corpo já vai começar a mudar. É hora de começar a usar cremes hidratantes (anti-estrias) na barriga e coxas. Continue utilizando-os durante toda a gravidez.

Com o devido acompanhamento, agora você pode começar a fazer algum tipo de atividade física voltada para gestantes. Seus seios vão começar a incomodar. Opte por sutiãs que deem suporte às mamas, mas sem apertá-las.

Você já pode começar a calcular o orçamento para o quarto do bebê. Decida se vai precisar de reforma, se você vai contratar um arquiteto ou decorador e ou se farão tudo por conta própria. Se você optar por reformar o quarto, esse é o momento ideal para começar, para não prejudicar o restante do cronograma.

Segundo trimestre

Ao fim da 12ª semana, é hora do anúncio oficial da gravidez. Se possível, filme as reações de seus amigos e familiares, além das mensagens de apoio e carinho. Você vai gostar de revê-las no futuro!

Faça, entre a 12ª e 14ª semana, o ultrassom de translucência nucal, que indica problemas genéticos, como Síndrome de Down. Se a posição do bebê for favorável, talvez seja possível saber o sexo no dia desse exame.

Hora de ir ao dentista, pois a gengiva e os dentes das gestantes ficam sensíveis nesta fase da gravidez. Também é hora de reservar o curso de gestante no local que você preferir para quando estiver com seis meses de gravidez.

Você (e os outros) já vão começar a notar as mudanças no seu corpo. A barriguinha já começa a crescer, então está na hora de comprar algumas roupas mais confortáveis e específicas para gestantes. Dê preferência a roupas que enalteçam a beleza da sua barriga.

Este é o melhor momento para começar a preparar a lista do enxoval, pesquisando preços e lojas de roupas e acessórios para o bebê. Se tiver oportunidade, inscreva-se em algum curso para casais grávidos para receber orientações sobre o que comprar. Assim, você evita gastos com itens que não são recomendados, não funcionam ou simplesmente não serão utilizados pelo bebê. Faça uma lista de tudo o que vai precisar, compre algumas coisas, se quiser, mas deixe para completar o que falta depois do chá de bebê. Você, provavelmente, vai ganhar muitas coisas e ninguém gosta de ficar com acessórios repetidos.

Se você já souber o sexo, pode começar a decidir o estilo, as cores e os temas para a decoração do quarto do bebê. Conhece o conceito montessoriano? Em nossa próxima publicação, vamos explicar mais sobre ele e dar dicas para montar o quarto do bebê seguindo as propostas defendidas pelo método.

Caso você queira comprar parte do enxoval no exterior, o quarto e quinto mês da gestação são o momento perfeito para viajar. Não se esqueça de pesquisar bastante antes de comprar o carrinho de bebê ideal para as suas necessidades. Não deixe para a última hora.

Com o sexo revelado, também é importante decidir o nome do bebê.

No quinto mês, chega a hora de fazer o ultrassom morfológico, para ver o desenvolvimento do feto.

Planeje o chá de bebê. O ideal é marcá-lo para entre o sexto e sétimo mês de gestação. Também é hora de visitar algumas maternidades e escolher a que mais lhe agrada. A essa altura, você já deve saber que tipo de parto vai querer fazer. Se não, use este tempo para conversar com seu médico e decidir. Comece a pesquisar a possibilidade de contratar uma doula para ajudar no parto humanizado. O acompanhamento de uma profissional com experiência em partos e focada no bem-estar da mãe e do bebê faz muita diferença.

Com a estrutura do quarto pronta, é o momento de comprar os móveis e começar a deixá-lo com a cara do seu bebê. Se você tiver outros filhos, esse é o momento de prepará-los para a chegada do novo membro da família. É importante falar como se o bebê já fosse parte de tudo, para que estranhamento não seja tão grande depois do fim da gravidez.

Tire sua aliança e outros anéis. Gestantes costumam inchar bastante nas extremidades, como pés e mãos. Se você sentir que a sua aliança está justa no dedo, é melhor tirá-la e guardar em segurança. Caso você não queira ficar sem ela, coloque-a numa correntinha e use como um colar até o fim da gravidez. Se seus dedos já incharam e você acha que a aliança está agarrada, não tente tirá-la de manhã. Você está mais inchada quando acorda. Retire-a de noite, com a ajuda de água e sabonete.

Também é hora de começar a fazer um planejamento financeiro, já que os gastos, a partir de agora, só tendem a crescer. Sente-se com seu parceiro e ponha na ponta do lápis todos os gastos que um novo filho irá acarretar para os próximos anos e se planejem de acordo. Esse passo pode evitar inúmeros transtornos no futuro.

Com o começo do sexto mês, chega o melhor momento para fazer a ultrassom 3D ou 4D e dar uma boa olhada no rostinho do seu neném.

Aproveite bastante o seu chá de bebê! Comece a providenciar os itens da sua lista de enxoval que você não ganhou no chá. Não se esqueça também do curso de gestante, agendado previamente.

Está na hora de planejar quem vai te ajudar nas primeiras semanas depois do parto. Quem vai cozinhar? Limpar a casa? Cuidar dos outros filhos? Fazer compras? E, depois que você voltar a trabalhar, quem vai cuidar do bebê?

Este é o melhor momento para uma viagem com o seu parceiro, para aproveitar as últimas semanas antes da chegada do bebê. Confirme com o seu médico que você está apta a viajar de avião. Caso contrário, escolha um destino próximo.

Terceiro trimestre

Suas consultas com o obstetra agora passam a ser quinzenais. Seu médico deve solicitar que você faça a ultrassom com doppler, que avalia o fluxo sanguíneo nas veias uterinas, no cordão umbilical e na artéria cerebral do bebê. Faça todas as perguntas que você tiver sobre o parto.

Você já deve ter escolhido a maternidade, mas tenha uma segunda opção, em caso de imprevistos. Agora também é o melhor momento para comprar a cadeirinha para o carro. Ela deve ser comprada antes do nascimento, pois o bebê deve sair da maternidade nela, não no seu colo.

O início do terceiro trimestre é o melhor momento para um ensaio fotográfico. Sua barriga vai estar linda e sua aparência saudável. É importante não esperar o finalzinho da gravidez porque você pode estar um pouco inchada nas últimas semanas e pouco disposta. Contrate um fotógrafo, traga seu parceiro, filhos e quem mais você quiser. Você vai adorar rever essas recordações mais tarde!

O quarto do bebê deve estar pronto, organizado e limpo. Todas as roupinhas lavadas e prontas para usar (as da maternidade já devem estar na mala). Separe também as roupas que você pretende usar na maternidade e deixe ambas as malas prontas (não se esqueça de sutiãs para amamentação). Também comece a pensar nas lembrancinhas do nascimento e no enfeite para a porta do quarto na maternidade. Se você quiser, pode usar o mesmo tema escolhido para o quarto do bebê.

A partir da 36ª semana, as consultas passam a ser semanais. Escolha o pediatra e marque uma consulta para conhecê-lo. O ideal é usar recomendações de pessoas conhecidas.

Nesse momento, é importante que você diminua o ritmo do trabalho e aproveite o máximo da gravidez. Cheque mais uma vez se tudo está pronto no quartinho. Converse mais uma vez com a sua doula sobre como será o parto.

O bebê pode chegar a qualquer momento. Descanse muito e aproveite os dias finais da sua gravidez!

______

Se você gostou deste texto, compartilhe em suas redes sociais para que, cada vez mais, papais e mamães tenham acesso a este conteúdo. Quer saber mais sobre algum assunto envolvendo gestação, bebês, infância e maternidade? Envie as suas sugestões para contato@cecibonloja.com.br e te avisaremos, caso o seu tema seja escolhido. Obrigada!

receba no seu e-mail

Cadastre-se e receba ofertas exclusivas.